Seja um líder, não apenas um chefe!

Seja um líder, não apenas um chefe!
2 de julho de 2018 Latinmed
liderando equipe

A atitude que você tem diante de sua equipe pode afetar a eficácia do trabalho e até a saúde de seus colaboradores

Eles ocupam o mesmo cargo, mas não, eles não são a mesma coisa! Enquanto o chefe está preocupado em estar acima de todos, controlando cada movimento, o líder é aquele que trabalha junto e motiva sua equipe.

Então, podemos dizer que o problema começa quando a hierarquização, a relação de subordinação é potencializada, gerando o medo e a pressão, em vez de se construir uma equipe unida e leal. Vamos entender isso melhor!

O líder x o chefe

A principal característica do chefe é que ele é uma pessoa geralmente autoritária, que se impõe com suas ordens, visando mostrar que quem tem o poder nas mãos é ele.

O seu foco são os resultados e lucros da empresa, logo, o fim sempre vai justificar os meios. Diante dessa figura, os colaboradores se sentem acuados para conversar abertamente sobre o que os incomoda e acabam temendo suas reações quando algo dá errado.

Já o líder é aquele que inspira seus colaboradores por ser presente e se colocar junto nos projetos, tendo sucesso ou não. Ele faz parte da equipe e a direciona para que os resultados sejam positivos e de todos.

Seus colaboradores se sentem à vontade para dar ideias, discutir dificuldades e tirar dúvidas. É uma pessoa mais disposta a ouvir e aconselhar, dividindo responsabilidades e créditos.

Como isso afeta seus colaboradores

Uma equipe eficiente, que entrega bons trabalhos, com criatividade, depende de uma boa distribuição de funções e habilidades e de um líder que seja capaz de motivá-los e ajudá-los a contribuir com o seu melhor.

Seu funcionário não será engajado se não existir oportunidades de crescimento e reconhecimento de seu trabalho, se não tiver um bom exemplo de como alcançar os objetivos da empresa ou se não se sentir confortável para falar o que pensa, coisas que só um bom líder consegue proporcionar.

Além da qualidade do trabalho, a saúde mental e até mesmo física do seu colaborador também depende do ambiente de trabalho em que ele vive. Se ele se sente pressionado, diminuído e não valorizado o tempo todo, com certeza vai trabalhar de mau humor, com o estresse e a ansiedade elevados.

E esse estado emocional abalado pode desencadear diversos problemas de saúde relacionados ao trabalho, inclusive a síndrome de burnout, que se associa com o esgotamento profissional, e quadros de depressão.

Por isso, se você está em um cargo de liderança e quer garantir que sua equipe estará motivada e satisfeita, pratique a boa comunicação, com um relacionamento acessível e próximo, e trabalhe junto com seus colaboradores. Lembre-se sempre que você também já esteve ou poderá estar nessa posição um dia!