O marketing digital em saúde e o acesso à informação

O marketing digital em saúde e o acesso à informação
8 de abril de 2019 Monisse Buchala
Megafone divulgando campanhas de marketing

Quando juntos, podem melhorar a qualidade de vida da população

Em vez de ler, que tal ouvir o artigo? Experimente no player abaixo:

Há mais de dois séculos, Benjamin Franklin afirmou: “investir em conhecimento rende sempre os melhores juros”. Em uma interpretação livre, entendemos que, quanto mais conhecimento você tem sobre um assunto, mais você tem a ganhar com isso. Afinal, é assim que nos tornamos experts em nossas áreas de atuação ou mesmo em nossos hobbies escolhidos.

O acesso à informação é um direito de todos e uma base importante para melhorar a vida da população em todos os aspectos. Mas, principalmente, quando falamos de saúde.

A importância da informação em saúde

Em 2018, uma pesquisa americana conduzida por profissionais de serviços em saúde e financiada pelo Instituto de Pesquisa de Resultados Centrados no Paciente acompanhou a interação médico-paciente. O resultado foi alarmante: 49% dos pacientes não conseguem se lembrar das recomendações e tratamentos após a consulta.

Porém, além disso, entre os pacientes que diziam lembrar-se da consulta o cenário também não era o ideal. Na verdade, a maioria só recordava entre um e dois terços das recomendações médicas.

Entender sobre a sua doença, possíveis sintomas, os melhores tratamentos e as recomendações a serem seguidas em casa e no dia a dia é essencial para a cura. Ou então, dependendo da doença, a melhora dos sintomas e como conviver com ela preservando a qualidade de vida.

Diversas pesquisas ao longo dos anos já mostraram que há um grande abandono ou descontinuidade de tratamentos, desde simples resfriados até doenças crônicas. Isso pode colocar em risco a vida do paciente. E a falta de informação ou entendimento da gravidade dessa ação caracteriza-se como uma das causas para a atitude.

Ademais, muitas doenças e complicações irreversíveis podem ser evitadas com pequenas mudanças de hábitos no cotidiano e abandono de vícios nocivos. E é por meio do conhecimento que começa a mudança.

Como o marketing digital em saúde contribui com o cenário

Ao longo dos anos, cada vez mais a forma de as pessoas se informarem está mudando. Muitas pesquisas da área já mostraram que, atualmente, a internet é a fonte de informação mais utilizada para assuntos de saúde.

Por isso, muito além do que promover serviços e explicar procedimentos, o marketing digital em saúde tem como um de seus objetivos principais levar informação à população.

Seja pelas redes sociais ou pelo blog da empresa, clínica ou profissional de saúde, os pacientes conseguem ter acesso a conteúdos de credibilidade e qualidade sobre doenças, sintomas, tratamentos e, mais importante ainda, prevenção.

Com esse apoio digital, mais pessoas estarão informadas e poderão cuidar melhor da saúde. E aquelas que precisam relembrar ou conhecer mais sobre sua doença já diagnosticada possuem um lugar confiável para seguir e engajar.

Em retorno, o nome da sua marca ganha mais evidência e visibilidade, tornando-se referência na sua área de atuação. O que, de qualquer maneira, irá contribuir a longo prazo para a sua venda de serviços. Concluímos, assim, que é um ganho para todos os envolvidos!

Quer saber por onde começar seu marketing digital em saúde? Entre em contato conosco e deixe uma agência especializada no setor te ajudar com a melhor estratégia!

Monisse Buchala
Publicitária, jornalista e escritora de romances, com pós-graduação em Cinema. Atua com produção de conteúdo, criação de campanhas e gerenciamento de redes sociais e outras plataformas de marketing digital. Nas horas vagas, escapa para os mundos fantásticos das séries e da literatura.