Informações sobre saúde? Internet é a fonte mais utilizada

Informações sobre saúde? Internet é a fonte mais utilizada
31 de julho de 2018 Latinmed

Estudos comprovam que, atualmente, a maioria das pessoas se informa sobre saúde no mundo digital

Não é novidade que, para tirar dúvidas de português, se informar sobre os acontecimentos mundiais ou checar quais são as tendências de mercado do momento, a busca online é a primeira opção para quase todo mundo. Isso porque a internet é a maior fonte de informação dos dias de hoje.

Mas você sabia que o conceito se aplica também para informações de saúde? E nós não estamos falando só na hora de pesquisar por profissionais da área. Atualmente, as pessoas conferem seus sintomas, se aprofundam sobre as doenças que possuem (ou que os familiares foram diagnosticados) e agilizam serviços pelo meio digital.

Números sobre saúde na internet

Vamos provar para você com números de que os hábitos das pessoas vieram mudando ao longo dos anos e elas estão cada vez mais ligadas na internet como fonte de informação de saúde.

Em 2011, o estudo Bupa Health Pulse, realizado pela London School of Economics (LSE), mostrou que o Brasil era o sexto país que mais buscava informações sobre saúde na internet, com confirmação de (impressionantes) 87% dos entrevistados.

Já em 2016, o número saltou para 94%, de acordo com outra pesquisa, dessa vez realizada pela empresa Minha Vida, desenvolvedora de produtos digitais relacionados à Saúde.

O trabalho, chamado de “Jornada Digital do Paciente”, também apresentou outros dados importantes sobre o assunto. Por exemplo, 78,3% dos entrevistados pesquisavam sobre suas condições de saúde antes e após a consulta com o médico.

Ainda, quando questionados sobre serviços de agendamento, a pesquisa já apontava que 28% das pessoas com planos de saúde e 15% das sem convênio agendavam consultas pelos sites.

No ano seguinte, o grupo Minha vida realizou uma nova pesquisa, chamada de “Saúde no Brasil 2017”, e o resultado apontou um domínio das mulheres: 95% do público feminino utiliza a internet para buscas sobre saúde.

Informação tem que ser confiável!

Se tem uma coisa que todos os estudos mostram é que a maior parte das pessoas não acredita em qualquer fonte de informação digital. Inclusive, os profissionais da área da saúde reforçam que o grande problema da internet são as informações falsas.
Por isso, quando um médico, uma clínica, um hospital ou uma consultoria de saúde se coloca no meio digital – por meio de um site oficial, blog e redes sociais – com conteúdo sobre doenças, dicas de bem-estar e qualidade de vida e outras orientações que possam ajudar os pacientes, a confiança é muito maior. E, como resultado, a marca ainda fica em evidência.

Aproveite e confira outras vantagens de estar presente nas redes sociais!