3 impressões erradas sobre o marketing médico digital

3 impressões erradas sobre o marketing médico digital
5 de novembro de 2018 Latinmed

Não deixe que esses mitos sejam motivos para você não investir na sua marca

Com o aumento do uso da internet como fonte de informação em saúde, o marketing médico digital está se tornando cada vez mais necessário. Porém, esse não é um trabalho fácil. E existem algumas impressões erradas que profissionais da área ainda possuem e que podem prejudicar na hora de tomar a decisão de investir nesse segmento. Confira!

1. Marketing médico digital é estar presente nas redes socias

Claro que esse é o primeiro passo. Criar suas contas nas redes sociais para ser encontrado facilmente pela população é o caminho certo para estar visível e faz parte dos objetivos do marketing médico digital. Mas apenas essa atitude não traz resultados.

Para que o público se interesse pelo seu trabalho é preciso uma estratégia de criação de conteúdos que faça com que as pessoas se interessem pelo assunto e pelo seu trabalho. Além disso, postagens não patrocinadas possuem um índice cada vez mais baixo de visualização (pelas próprias políticas das redes sociais), por isso um patrocínio planejado e bem aplicado é essencial.

2. Marketing médico digital é só para quem tem poucos pacientes

aumentar a credibilidade da sua marca, dando uma visibilidade contínua a ela, e ainda informar a população. Utilize-o para mostrar novidades, especializações e sua dedicação a área de atuação e aos pacientes atendidos.

3. A estratégia não funciona se não atrai mais pacientes rapidamente

. Toda estratégia de marketing precisa de tempo para apresentar resultados.

A ideia é ir trabalhando a sua imagem aos poucos por meio de conteúdo informativo, confiável e de qualidade, criando assim uma identificação memorável com o seu público. A conquista de novos pacientes virá naturalmente ao longo desse processo.

Interessado em começar uma estratégia de marketing médico digital? Entre em contato conosco agora mesmo!