Por que usar infográficos na sua estratégia de marketing em saúde

Por que usar infográficos na sua estratégia de marketing em saúde
15 de abril de 2019 Monisse Buchala

Saiba quais são os benefícios de utilizar esse formato

Se tem uma coisa que o marketing de conteúdo voltado para a área digital te permite é usar e abusar da sua criatividade. Isso porque, dentro de um mundo vasto de possibilidades gráficas, existem diferentes formatos de conteúdo que podem e devem ser explorados.

E essa lógica também vale para a área da saúde. Não é porque o assunto abordado tem um teor sério e que precisa de atenção e credibilidade que precisa ser entregue para o público de forma quadrada e tradicional sempre. Afinal, as pessoas se cansam de ver mais do mesmo e ficam atraídas quando a informação chega a elas de uma forma diferenciada.

Nesse contexto, um jeito divertido de entregar uma informação que será absorvida rapidamente é no formato infográfico. Ele se parece com um gráfico ou diagrama e tem como função simplificar uma informação complexa e apresentar dados da forma mais direta e visual possível.

Os benefícios do infográfico para o setor de saúde

• Chama atenção:

– Imagens são processadas pelo cérebro 6 mil vezes mais rápido;
– Um conteúdo sobre doença, por exemplo, chamará mais a atenção junto com imagens do que somente texto.

• Simplifica a informação:

– Permite representar dados de saúde, sintomas e outras informações complexas de forma simplificada para melhor entendimento do público;
– É um formato que combina com dicas de saúde e qualidade de vida;
– Um assunto sério poderá ser informado com mais leveza.

• Tem maior engajamento:

– Os infográficos aumentam o engajamento das redes sociais;
– São conteúdos comprovadamente mais compartilhados, então a informação alcançará mais pessoas.

Assim, com todos estes benefícios, é possível aumentar a visibilidade da empresa, clínica e/ou profissional de saúde e sua credibilidade no assunto.

Como fazer um infográfico em saúde

Antes de começar um infográfico é preciso definir o tema e realmente entender se ele combina com o formato. Isso vai exigir pesquisas, buscas e referências confiáveis e entender qual é a informação a ser passada para o público e como ela pode ser desmembrada.

Lembrando que, como ele é visual, as cores e o formato que ele é montado são de extrema importância. Para isso, vale usar a paleta de cores da sua identidade visual. Porém, também não adianta ter uma imagem bonita e não passar uma informação coerente e de qualidade.

Por exemplo, vamos falar sobre uma doença. Eu quero informar o público sobre prevenção ou sobre como identificar seus sintomas? Tenho dados de fontes oficiais que reforçam o que estou falando? Consigo também ilustrar as informações que estou separando?

Defina o foco central do infográfico e quais informações o complementam. É possível fazer isso em tópicos, apresentar dados relevantes e ainda ilustrar com imagens? Ótimo, então é só colocar em prática! Veja abaixo como nós, da Latinmed, fazemos os infográficos.

Infográfico criado por Sabrina Cid e André Paiva.

O melhor de tudo é que você não precisa quebrar a cabeça para fazer o seu infográfico. É só deixar com a gente! Entre em contato conosco e deixe uma agência especializada no setor te ajudar com as melhores estratégias de marketing de conteúdo em saúde!

Monisse Buchala
Publicitária, jornalista e escritora de romances, com pós-graduação em Cinema. Atua com produção de conteúdo, criação de campanhas e gerenciamento de redes sociais e outras plataformas de marketing digital. Nas horas vagas, escapa para os mundos fantásticos das séries e da literatura.