As consequências de uma má contratação

As consequências de uma má contratação
27 de fevereiro de 2015 Latinmed

Um dos maiores desafios do mundo corporativo é a gestão de pessoas. E isso já começa na contratação. Uma recente pesquisa feita pela CareerBuilder, empresa de TI de Chicago, mostrou que empresas das 10 maiores economias do mundo têm passado por prejuízos com funcionários que não conseguiram se adequar ao trabalho ou à cultura da organização. O mais impressionante é que o Brasil se encontra na segunda posição do estudo.

Previna-se na hora de contratar

Um currículo repleto de títulos, o fato de falar várias línguas ou ter passado por grandes empresas nem sempre é sinônimo de bom candidato. O currículo dá uma ideia geral da carreira, formação e habilidades do candidato, porém as pessoas são subjetivas.

Para evitar futuros conflitos, o recrutador e o gestor devem traçar o perfil ideal do candidato, incluindo tanto os conhecimentos técnicos necessários para desempenhar a função quanto as habilidades de comportamento esperadas. Outras dicas podem ser levadas em conta:

  • Faça um roteiro para a entrevista a ser realizada.
  • Converse com o último gestor do candidato.
  • Idade não quer dizer nada. Muitas pessoas acima dos 40 anos buscam oportunidades e esbarram na questão etária.

Se após a contratação as expectativas não forem alcançadas e o comportamento do funcionário estiver prejudicando sua produtividade e o clima da equipe, a demissão deve ser avaliada.