A triagem pode salvar seu dia

A triagem pode salvar seu dia
29 de janeiro de 2015 Latinmed

Como sobreviver a uma caixa de entrada lotada de e-mails não lidos? A uma agenda cheia de compromissos que, provavelmente, não serão todos cumpridos? A rotina do dia a dia pode deixar qualquer profissional estressado, quiçá, maluco.

Muitas pessoas apelam para a lista de prioridades do que precisa ser feito naquele dia. Porém, priorizar não significa excluir. Ou seja, em uma listagem, há coisas mais importantes para fazer e outras menos. Mas todas precisam ser feitas.

A triagem é diferente. Ela não serve apenas para determinar o que é mais importante. Quando se entra nesse estágio, deve-se ignorar e descartar compromissos de pouca importância. Isso é tarefa fácil? Nem sempre.

O primeiro mandamento para entrar na triagem é não se culpar por compromissos não cumpridos. Segundo o consultor americano Ed Batista, autor do livro “Self Coaching”, costumamos enxergar esses afazeres deixados de lado como fracasso ou ineficiência, mas, na verdade, funciona exatamente ao contrário. Deixar uma coisa de lado apresenta sinal de sucesso, já que muitas coisas exigem nosso tempo e atenção.

Mas, atenção: a chantagem emocional deve ser barrada a qualquer custo. Rejeitar alguém ou alguma coisa pode nos fazer mal. Eliminar compromissos é desagradável, porém é imprescindível aprender a dizer não.