Veja 5 dicas práticas de marketing digital para operadoras de saúde

Veja 5 dicas práticas de marketing digital para operadoras de saúde
25 de setembro de 2020 Nicole Lallée
Métrica de marketing das operadoras

Muito mais barato do que as mídias de publicidade tradicionais, o marketing digital também pode ser muito mais efetivo para as operadoras de planos de saúde. Seja seu objetivo reconhecimento de marca, engajamento ou geração de leads para aumentar as vendas, o marketing digital consegue direcionar conteúdos e ofertas de forma estratégica.

Os hábitos de consumo mudaram nos últimos anos e é importante se atualizar para não ficar para trás. Além da importância de se digitalizar para conseguir se comunicar e alcançar o público, é importante se diferenciar da concorrência em meio a um mercado em crise. A quantidade de clientes dos planos de saúde vem caindo desde 2015. Agora, durante a pandemia, o número de beneficiários de planos de saúde sofreu uma baixa de 283 mil vínculos entre abril e maio de 2020. O dado foi divulgado pelo IESS (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar).

Segundo o boletim, a perda de beneficiários no período foi impulsionada pela queda dos planos individuais. Em maio de 2020, foram contabilizados 8,95 milhões de clientes; já no mesmo mês em 2019, foram registrados 9,04 milhões. Nos planos empresariais, foram 61 mil vínculos a menos. A modalidade de coletivos por adesão foi a única com crescimento, com 38 mil novos associados, alta de 0,6% na variação de 12 meses. Esse cenário mostra um grande desafio e diante dessa realidade é preciso pensar de maneira estratégica.

Por que investir em marketing digital?

A American Marketing Association define o marketing digital como qualquer método de marketing realizado por meio de dispositivos eletrônicos. Isto é, ações de marketing realizadas on-line. Isso pode incluir sites, blogs, redes sociais, vídeos, e-mail, entre outros canais e ações. Portanto, existem inúmeras possibilidades para as marcas e tudo pode ser mensurado de forma mais assertiva.

Ao contrário do marketing tradicional, o marketing digital é um processo dinâmico e em constante mudança. Mas por que investir nisso? O marketing digital permite que as empresas alcancem os clientes durante atividades diárias, a qualquer momento. Com isso, é possível obter vários benefícios, como:

  • Reconhecimento de marca;
  • Humanização da marca;
  • Relacionamento positivo com clientes;
  • Transparência;
  • Geração de leads;
  • Maior tráfego;
  • Mais vendas.

Portanto, é necessário estar onde as pessoas estão. Agora, com a pandemia do coronavírus, mais do que nunca o brasileiro está acessando a internet pelo celular e pelo computador para ver redes sociais e fazer buscas. E a transformação digital em saúde está tomando um caminho sem precedentes.

Na pesquisa da Cognizant de 2016, poucos clientes utilizavam as redes sociais para interagir com suas operadoras. Dois anos depois, a influência das redes sociais na aquisição de planos de saúde aumentou em mais de 100%, e os clientes são três vezes mais propensos a usar redes sociais para conseguir informações de planos. Imagine agora em 2020 e nos próximos anos como será.

Além disso, a pesquisa também mostrou que clientes de todas as faixas etárias consideram que a disponibilidade de ferramentas digitais é importante na hora de escolher um plano.

Agora, sabendo disso tudo, vamos às dicas práticas!

5 dicas de marketing digital para operadoras de saúde

1. Desenvolver um bom planejamento de marketing digital

Um bom planejamento faz o diagnóstico atual da empresa, do mercado, analisa as necessidades, traça objetivos, mapeia personas, define metas e indica planos de ação que envolvem variados canais. Após a pesquisa e o alinhamento, é possível definir quais ações e quais canais serão utilizados. O planejamento não é algo simples, mas se bem feito, pode gerar muitos resultados.

2. Ter um bom site

Um site pode ser um incrível canal para expor a marca, gerar leads e vender mais. Para isso, ele precisa ser bom. E o que é um site bom? Confira algumas dicas: o site precisa ser rápido, responsivo, otimizado para SEO (Search Engine Optimization), ter otimizações de conversão, design atraente, mas adequado para dispositivos móveis, ser seguro, ter formulários estratégicos, entre vários outras fatores.

3. Marketing de conteúdo de qualidade e relevante

Sabia que 54% dos consumidores desejam ver mais conteúdos de uma marca ou empresa que apreciam? Esse dado é da HubSpot e mostra a importância de produzir conteúdo, e como isso pode gerar oportunidades para as operadoras de planos de saúde. Ao distribuir conteúdos de qualidade de forma estratégia em diversos canais, como blog, redes sociais, e-mail marketing, e-books e infográficos, os leitores se informam e isso gera conhecimento da marca, aumento do tráfego, geração de leads e mais clientes.

Para operadoras de saúde, o marketing de conteúdo é muito importante para mostrar credibilidade e atrair novos clientes. Esses conteúdos podem ser dicas sobre como prevenir doenças e como se alimentar melhor, por exemplo, mas também entram conteúdos mais institucionais sobre serviços e a marca. O tipo de conteúdo é definido de acordo com a etapa da jornada do cliente e pode ser usado no inbound marketing.

4. Investir em anúncios digitais

O alcance orgânico nas redes sociais é cada vez menor. E a estratégia de SEO de um site para aparecer organicamente é muito importante, mas geralmente com resultados a longo prazo. Por isso, é importante também investir em anúncios de forma estratégica para ter resultados de forma mais rápida. Com ferramentas como Google Ads, LinkedIn Ads e Facebook Ads, é possível segmentar públicos e localizações que você queira atingir.

Com anúncios no Facebook e no Instagram, por exemplo, você produz um conteúdo e ele vai aparecer no feed de pessoas que correspondem ao público que você quer atingir, que podem ser os beneficiários dos planos. O LinkedIn Ads é uma ótima forma de atingir empresários ou pessoas de Recursos Humanos, responsáveis pela contratação de uma operadora de saúde para oferecer um plano para seus colaboradores.

5. Analise os resultados e teste sempre

Depois de planejar bem a estratégia e praticar as ações de acordo, faltará analisar os resultados. Isso é muito importante para conseguir medir o que está funcionando, o que não está e fazer modificações nas ações ao longo do tempo. No marketing digital, não existe uma fórmula secreta, então é muito importante testar conteúdos, testar criativos, horários, assuntos, tudo para conseguir alcançar os melhores resultados possíveis. Por isso, a produção de relatórios e a sua análise são muito importantes.

Precisa de ajuda para o desenvolvimento do marketing digital da sua operadora? Fale conosco! Somos especializados em comunicação e marketing para o setor de saúde.

Nicole Lallée
Jornalista, já trabalhou com jornal impresso, rádio e sites de meios de comunicação. Migrou para o marketing digital e tem grande conhecimento em SEO e Google Analytics. De família argentina, tem fluência em espanhol, o que lhe garante bons trabalhos e a fala ligeirinha.