Entenda a jornada do consumidor no marketing em saúde

Entenda a jornada do consumidor no marketing em saúde
29 de abril de 2019 Monisse Buchala
Buscando leads simbolizando o imã puxando

Saiba quais são as etapas desse processo e sua importância

Sem tempo para ler? Clique para ouvir!

Você já ouviu falar da famosa jornada do consumidor? Ela consiste em montar uma estratégia de captação de leads e é muita utilizada dentro do marketing digital. O objetivo é acompanhar e alimentar esse indivíduo com conteúdos para que o interesse inicial o transforme em cliente final.

Suas ações são baseadas no estudo do comportamento do consumidor, que mudou muito ao longo dos anos. Atualmente, a dinâmica de compra ou fechamento de serviço não envolve que o consumidor vá até você e sim que você mostre a ele por que ele precisa de você.

Como isso funciona dentro da área da saúde? Se o marketing é voltado para um profissional médico ou uma clínica, por exemplo, o intuito é convencer o potencial paciente de que é referência no assunto e na área, assim ganhando credibilidade e sua preferência. Vamos entender melhor as etapas desse processo!

Defina a persona (público-alvo)!
Antes de começar a pensar e montar uma jornada do consumidor, é preciso entender quem é o seu público. Isso envolve sexo, idade, classe social e interesses. Porém, também onde ele se encontra, quais são seus problemas, dores e como você poderá ajudá-lo.

1. Descoberta

O paciente possui um sintoma, foi diagnosticado com uma doença ou então só possui uma dúvida geral sobre saúde. Ele vai até a internet e faz uma pesquisa com uma determinada palavra-chave sobre o assunto. Neste momento, ele não está buscando o seu serviço e sim uma informação de qualidade e confiável.

Ou seja, se você possui um site com um blog alimentado por textos sobre os assuntos da sua área, redes sociais atualizadas com postagens e/ou materiais ricos, como eBooks, que ofereçam a solução para o problema dele, você já foi notado.

2. Consideração

Com a informação inicial que ele conseguiu, ele percebeu que o sintoma pode significar uma doença que precisa de tratamento. Ou então que sua condição exige cuidados específicos dos quais ele não sabia.

Ele está entendendo que existe um problema que precisa de solução. Então, ele busca se aprofundar ainda mais no assunto. O que pode ser por meio dos seus conteúdos, caso você esteja oferecendo ainda mais informações em suas redes para que ele acesse.

3. Decisão

O paciente já tem certeza de que existe um problema de saúde e que ele precisa fazer algo sobre isso. Seja tratar a possível doença, seja se informar mais sobre sua condição ou fazer exames preventivos de saúde para evitar um quadro enfermo.

Ele está considerando as opções que ele tem. Você tem a solução para o problema dele e ele confia nisso, porque até agora foi alimentado com as informações corretas que você cedeu. No melhor cenário, ele acaba decidindo fechar o serviço com você.

Entendeu como pensar na jornada do consumidor faz a diferença? Mas se você não sabe como estruturar os melhores conteúdos para alcançar o seu objetivo, não se preocupe! Somos uma agência especializada na comunicação em saúde e podemos te ajudar com isso. Entre em contato conosco agora mesmo!

Monisse Buchala
Publicitária, jornalista e escritora de romances, com pós-graduação em Cinema. Atua com produção de conteúdo, criação de campanhas e gerenciamento de redes sociais e outras plataformas de marketing digital. Nas horas vagas, escapa para os mundos fantásticos das séries e da literatura.