Blog

Comportamentos saudáveis na hora da alimentação

Leda Sangiorgio 18/05/2014 Nutrição
Comportamentos saudáveis na hora da alimentação

Não é papo de nutricionista! Todo mundo já sabe que é importante comer de 3 em 3 horas, mastigar bem os alimentos, prestar atenção ao que está comendo e, se possível, fazer um registro das refeições. Que tal entender quais são as vantagens dos comportamentos saudáveis na hora da alimentação?

Fracionamento da Alimentação – Vantagens

  1. Mantém o metabolismo acelerado (um jejum maior do que 4 horas faz com que o gasto de energia diminua);
  2. Melhora a digestão: pequenos volumes, várias vezes ao dia, facilitam a digestão e absorção dos nutrientes;
  3. Evita a ansiedade: jejum maior do que 4 horas pode aumentar o cortisol, hormônio do estresse;
  4. Impede o descontrole alimentar: se comemos em intervalos pequenos, a chance de descontrole na próxima refeição é menor, porque a fome é menor;
  5. Longe do mau-hálito: quem fica muito tempo sem comer nada, acaba com halitose
  6. Estimula o funcionamento intestinal;
  7. Evita o mau-humor: privações alimentares e muito tempo sem comer podem influenciar negativamente nosso bem-estar;
  8. Evita oscilações do nível de açúcar no sangue.

Se você não está acostumado a se alimentar em intervalos regulares, provavelmente vai sentir dificuldades para se lembrar de parar o que está fazendo e consumir um “lanchinho”. Tente começar colocando o celular ou o computador para despertar na hora do lanche ou anote em uma agenda, como se fosse um compromisso. Com o tempo, seu organismo vai se acostumar e o “relógio biológico” avisará a hora de comer.

Mastigação

A mastigação adequada proporciona uma melhor digestão e um melhor aproveitamento dos nutrientes, maior gasto de energia e uma menor ingestão alimentar, visto que a saciedade demora cerca de 20 minutos para se manifestar. Segundo estudo publicado no American Journal of Clinical Nutrition, quem mastiga os alimentos 40 vezes, em média, ingere 12% menos calorias.

  • Pratique as refeições em lugar tranquilo e sem pressa, evitando discussões no momento da comida, assim como ver televisão ou usar o computador. É indicado sentar à mesa e utilizar pratos e talheres, mesmo que a refeição seja composta apenas de uma fruta (no caso dos lanches)
  • Repouse os talheres a cada 5 a 6 garfadas e tente identificar se está saciado (ou se o alimento proporciona o mesmo prazer do início da refeição)
  • Tente diferenciar a fome fisiológica da fome psicológica, verificando se a necessidade de se alimentar realmente existe ou se esta apenas compensando um desejo psicológico
  • Para isso é necessário reconhecer a presença da fome e comer em resposta a esse estímulo, em vez de simplesmente comer por reação a um desconforto generalizado
  • Tente identificar o sabor dos ingredientes e enumerar os temperos em cada garfada